Opaleiros do Paraná

Conecte-se e aproveite as vantagens de ser um Membro Oficial.

Login

Esqueci minha senha

Últimos assuntos

Quem está conectado

58 usuários online :: 6 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 52 Visitantes :: 1 Motor de busca

Black, Cleiton Bedin, Copelpecas, lalberto, pacato, Vitor4.1i


[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 523 em Qua 15 Dez - 17:01:27

Produtos 101 Racing Parts

Seg 22 Abr - 17:29:39 por 101 Racing Parts

Comando de Válvulas Mecânico ISKY (USA)
CHEVROLET/GM 6cil 4.1L/250 1969-91 Opala
CHEVROLET/GM 4cil 2.5L/151 1969-91 - Carburados (tubo 6mm) Chevette, Chevy, Marajó



LINK PARA O PRODUTO
http://www.101racingparts.com/ecommerce/lista_produtos/busca%7C%7Cisk-2/1

Rafael Rodrigues
rafael@101racingparts.com
(41) 3941-4138


Filtro de Combustível de Tubo com Bico …

Top dos mais postadores

thallisguimaraes (17463)
 
tabarbosa (16851)
 
BANDIT (13534)
 
Xann (10387)
 
j ricardo (9352)
 
Jean Bida (9311)
 
Eduardo SSa (8678)
 
raphaelcaronti (8482)
 
Rubão6cc (7883)
 
100 (7771)
 

Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Compartilhe

garciapepe22
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 138
Idade : 31
Localização : Arapongas
Modelo do carro : Diplomata SE
Cilindros : 6
Data de inscrição : 08/02/2012

Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por garciapepe22 em Seg 15 Jul - 8:01:53

Encontrei por acaso na internet uma injeção que controla 3 bicos de forma sequencial e 6 na forma semi-sequencial. Acredito que ambas as configurações atendem o modelo multiponto no caso do coletor siamês do Opala.

Dentre as funções ativas:

3 saídas para bobina (wasted spark com a bobina do Audi v6)
Controle de largada
Power shift
Controle de comando variável
Bancada auxiliar
Controle de marcha lenta
Arquivo contador de funcionamento

Manual:
http://www.protuneelectronics.com.br/_files/pasta/1/51d56b490119c.pdf

Site:
http://www.protuneelectronics.com/index.php/produtodetalhe-protune-eletronic-systems/6/pro-tune-pr330

Tem também uma versão bem mais completa que controla 6 bicos na forma sequencial e 12 na forma semi-sequencial. Este modelo tem saída para 6 bobinas e Peak and Hold integrado, além de entrada para 2 sondas LSU, 2 Knock sensor e acelerador eletrônico.

Dentre as funções ativas:

Controle de boost
Controle de largada
Power shift
Antilag
Bancada auxiliar
Limitador de velocidade no box
Ajuste automático via Lambda
Controle de marcha lenta
Controle de Lambda
Arquivo contador de funcionamento
Memória interna de logging
Peak and hold

Site:
http://www.protuneelectronics.com/index.php/produtodetalhe-protune-eletronic-systems/8/pro-tune-pr660

Manual:
http://www.protuneelectronics.com.br/_files/pasta/1/51b9d3dd1bcaa.pdf

Cabe aos entendidos uma análise básica baseada no manual das mesmas.
Att.

Bob 151
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1500
Localização : Rio Grande do Sul
Data de inscrição : 08/02/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por Bob 151 em Seg 15 Jul - 8:10:55

tu ja viu o preço delas ???


garciapepe22
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 138
Idade : 31
Localização : Arapongas
Modelo do carro : Diplomata SE
Cilindros : 6
Data de inscrição : 08/02/2012

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por garciapepe22 em Seg 15 Jul - 19:49:53

Bob 151 escreveu:tu ja viu o preço delas ???


Não. Não tô podendo nem com as mais simples kkk

Bob 151
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1500
Localização : Rio Grande do Sul
Data de inscrição : 08/02/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por Bob 151 em Qua 17 Jul - 6:13:37

por que velho essa injecao eh bem cara oara um uso "comum", eu sei q estao usando bastante em carros de corrida mesmo mas que é boa é.

a FuelTech e a Injepro tem o modo sequencial

rafa_pr
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1057
Localização : Curitiba
Modelo do carro : Diplomata 90
Cilindros : 6
Data de inscrição : 12/12/2011

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por rafa_pr em Qua 17 Jul - 7:05:17

Fueltech não tem...nem a FT400!

Bob 151
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1500
Localização : Rio Grande do Sul
Data de inscrição : 08/02/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por Bob 151 em Qua 17 Jul - 7:10:48

velho acho q tem sim heim, so q na FuelTech para ativar eh diferente, sei pq vi num topico, no HotCampinas, que dava pra ativar sequencial, teria que entrar em contato com eles pra saber como que é

Bob 151
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1500
Localização : Rio Grande do Sul
Data de inscrição : 08/02/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por Bob 151 em Qua 17 Jul - 7:28:26

mandei um e-mail pra fueltech pra gnt ter certeza, mas acho que me equivoquei mesmo, pq vi que onde li estavam falando sobre vw20v que dai daria pra ligar o modo sequencial por causa do sensor de fase

rafa_pr
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1057
Localização : Curitiba
Modelo do carro : Diplomata 90
Cilindros : 6
Data de inscrição : 12/12/2011

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por rafa_pr em Qua 17 Jul - 11:13:07

A FT tem entrada de sensor de fase, mas se não me engano serve só pra instalar ignição com múltiplas bobinas!

Bob 151
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1500
Localização : Rio Grande do Sul
Data de inscrição : 08/02/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por Bob 151 em Qua 17 Jul - 18:53:28

Resposta da Fuel Tech

"Dependendo o módulo de injeção, é possível utilizar a ignição com modo sequencial mas para isso é necessário um sensor de fase no comando."


garciapepe22
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 138
Idade : 31
Localização : Arapongas
Modelo do carro : Diplomata SE
Cilindros : 6
Data de inscrição : 08/02/2012

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por garciapepe22 em Qua 17 Jul - 20:11:41

Bob 151 escreveu:Resposta da Fuel Tech

"Dependendo o módulo de injeção, é possível utilizar a ignição com modo sequencial mas para isso é necessário um sensor de fase no comando."


Mas a FT faz sequencial pra ignição. O Opala precisa de sequencial para pulso de injeção.

garciapepe22
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 138
Idade : 31
Localização : Arapongas
Modelo do carro : Diplomata SE
Cilindros : 6
Data de inscrição : 08/02/2012

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por garciapepe22 em Sex 9 Ago - 12:41:41

E aí pessoal.

Dando uma pesquisada em tópicos de outros fóruns encontrei alguns post´s do prof a_galvão onde ele deixa claro que não há maneira eficiente e financeiramente viável de injetar o Opala multiponto com admissão geminada mesmo com injeção sequencial. De acordo com ele existe uma janela de apenas 240graus na admissão de modo que os bicos teriam de ser gigantes e não haveria acerto de baixa.

Fica claro pelas explicações teóricas embassadas em livros com gráficos e tudo que pra rua tem que ser mono. Se o Galvão se manifestar e autorizar eu copio e colo os textos aqui com as devidas referências .

Então é isso. Uma das poucas coisas que aprendi no pouco que estudei de Engenharia Mecânica é que: Se na teoria não funciona nem perca tempo tentando pois as chances de sucesso são mínimas-quando não inexistentes.

opalaengineer
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1
Localização : Londrina
Data de inscrição : 16/09/2013

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por opalaengineer em Seg 16 Set - 13:47:19

Opa, sou novo por aqui no forum mas conheço um cara que usa a Pro Tune num 6 canecos, ele disse que falando com os caras da Pro Tune descobriu que a idéia deles foi fazer uma ECU de 3 saídas justamente para atender a galera dos opalas 6 com admissão siamesa e os motores 4 cilindros em geral em semi sequencial, e quanto as vantagens de ser semi ou simultaneo posso garantir que há sim diferença de eficiência, consumo e acerto para um 6 cil trabalhando em semi como é o caso. Agora sequencial nos nossos motores não há como fazer por causa das portas siamesas.

Continuando o assunto do amigo garciapepe22:

- Injeção simultânea pulsa todos os bicos juntos, logo injeta em 6 cilindros sendo que 5 estão com a válvula de admissão fechada...o que acaba fazendo o combustivel se depositar sob a forma de um filme liquido que não se mistura com o ar e não vai queimar(combustivel que vai fora)...o que vai queimar é só o que evaporar disso ou o que for injetado com a válvula aberta...

-Injeção semi sequencial pulsa sempre que o pistão está descendo (um vai estar em admissão e o outro em expansão) o que já diminui a quantidade de combustível sendo jogada na valvula fechada.

-Injeção sequencial pulsa só no pistão que está em admissão logo não há combustivel sendo jogado em válvulas fechadas.

Os porems...

Cada pulsada em simultâneo equivale a um sexto da quantidade de combustivel que o motor precisaria(na verdade um pouco mais pq nem tudo queima por ter ficado sob a forma de filme liquido), pois ele pulsa 6 vezes por ciclo todos os bicos... já cada pulsada do semi sequencial equivale a metade do combustivel que o motor precisa...mas no caso do nosso motor que tem portas siamesas como o duto é um só e só tem um válvula aberta, o combustivel vai praticamente todo naquela direção não se depositando na valvula fechada e na porta de admissão do outro cilindro.

Mas como tu só tem duas vezes por ciclo para injetar, cada injetada em semi sequencial tem que ser maior do que as injetadas do simultaneo, daí que vem a história do injetor grande. Mas quem disse que tu não pode começar a injetar um pouquinho antes da valvula abrir e terminar a injeção quando a valvula estiver fechando, logo os injetores não precisam ser tão grandes, e a lenta não fica prejudicada.

Vamos fazer um calculo rapidinho aqui:

Como o colega falou o comando do opala tem 248º de admissão. Um ciclo do motor é de 720 graus, logo o tempo de valvula aberta é 248/720=0,34 ou seja 34% do ciclo mas em semi sequencial se injeta duas vezes por ciclo, de preferencia com a valvula aberta logo 68% do ciclo.

Agora vamos a rotação...supondo a rotação de potencia máxima do omega(4500) pois é onde o motor precisa de bastante combustivel e tal...

4500Rpm=75 rotações por segundo, logo uma rotação = 1,33 centésimos de segundo

1 ciclo do motor = duas rotações = 2,66 centésimos de segundo

tempo de injeção = 68% de um ciclo = 1.81 centésimos de segundo = 18,1 milisegundos...

18,1 milisegundos e muito tempo de injeção, o bico pro opala não precisaria ser tão grande...

....Acho que é isso se não coloquei nenhuma bobagem aí no meio...

Ahh a propósito, estava olhando o preço das ECUs e tem essa de tres saidas por R$ 1990,00...
Deem uma olhada aí ó:  www.dacarmotorsportstore.com

Abraço.

athal
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 85
Localização : Rio de Janeiro
Modelo do carro : Opala Diplomata Cupé 6cc 1988. Descarga 6x2 com X-PIPE, Sonda wideband LC1, Injeçao e controle da Igniçao Megasquirt MS3, TBI Rochester corpo duplo da Blazer 4.3, bobina da VW Mi CDI CMRacing modificada para PLASMA-JET, freio a disco na traseira.
Cilindros :
Videos da ignição plasmática funcionando:

http://www.youtube.com/watch?v=jm2ltMepG5c

http://www.youtube.com/watch?v=O6yVbMKyXI4


Data de inscrição : 26/01/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por athal em Qua 16 Jul - 16:58:46

garciapepe22 escreveu:E aí pessoal.

Dando uma pesquisada em tópicos de outros fóruns encontrei alguns post´s do prof a_galvão onde ele deixa claro que não há maneira eficiente e financeiramente viável de injetar o Opala multiponto com admissão geminada mesmo com injeção sequencial. De acordo com ele existe uma janela de apenas 240graus na admissão de modo que os bicos teriam de ser gigantes e não haveria acerto de baixa.

Fica claro pelas explicações teóricas embassadas em livros com gráficos e tudo que pra rua tem que ser mono. Se o Galvão se manifestar e autorizar eu copio e colo os textos aqui com as devidas referências .

Então é isso. Uma das poucas coisas que aprendi no pouco que estudei de Engenharia Mecânica é que: Se na teoria não funciona nem perca tempo tentando pois as chances de sucesso são mínimas-quando não inexistentes.

A velocidade e demonstrada em movimento, e eu devo ser um cara sortudo...

o modo mais econômico e técnicamente viável de usar ignição e injeção sequencial no Opala 6cc é a MEGASQUIRT MS3 com modulo MS3X. Se vocês conhecem alguém que vai a "Disney World" podem pedir para trazer por um valor muito inferior a qualquer ECU standalone nacional (FT).

Vocês precisarão uma roda fônica na polia do virabrequim e usar o distribuidor do opala como sensor de fase.

Para a roda fônica recomendo o KIT de roda fônica, flange, suporte de sensor e sensor da IGNIFLEX por serem de fácil instalação e regulagem. O modulo deles e inútil se vocês tem a MS3-MS3X.

Para o sensor de fase usando o distribuidor recomendo um distribuidor com o eixo do opala modificado com o copo do gol um sensor hall do gol e um disco com um so dente. O mercado livre tem.

Lembrando que em geral a injeção sequencial vai dar menor consumo e emissões em baixos giros e um funcionamento mais suave do motor, mais o ganho em potencia não e expressivo comparado com uma TBI monoponto. No caso do opala 6cc a distribuição de combustível no coletor e um pesadelo: 3º e 4º ficam ricos e 1º e 6º pobres. O sexto cilindro por estar pior refrigerado é mais propenso a batidas de pino. Por tanto o uso de 6 bicos resolve o problema de mistura pobre e propensão a batida de pino no sexto cilindro...

Com a MS3X e também possível calibrar o avanço da ignição cilindro a cilindro permitindo corrigir a propensão a batida de pino do 6º cilindro atrasando um ou dois graus o avanço só para este cilindro.

Os dutos siameses do Opala podem aceitar injeção semisequencial com três bicos. Mas eu no faria: o bico no instante da apertura borrifa melhor (spray) o combustível e depois vira um jato, o tempo de apertura dos bicos vai ser elevado e o jato vai atingir o ombro aonde passa o parafuso do cabeçote que divide a admissão (dutos siameses) e os bicos deveriam ser enormes... O ideal e que o jato dos bicos atinja a sede da válvula de admissão para evaporar parte do combustível. 6 bicos de 29 libras e 4 furos (melhor dispersão) corretamente apontados para a sede da válvula de admissão dão conta do recado perfeitamente.

COP sequencial nas velas vai melhorar a queima e é melhor que "wasted COP" ja que os eletrodos das velas sofrem menor eletroerosão: (disparam a metade de vezes que com sistema wasted spark). Os motores preparados 6cc do opala não giram em geral mais de 7.000 RPM, pelo que a disponibilidade de tempo para um dwell time (saturação do campo magnético da bobina) é suficiente em altas rotações não e um problema que exija COP sequencial. A melhora vem pela eliminação de fugas em cabos e distribuidor (e da resistividade destes componentes). Isto para igniçao indutiva. Uma CDI pode ser tambem uma opçao.

6cc em linha sequencial e coisa mais suave e gostosa de dirigir.   OKK


Última edição por athal em Qua 16 Jul - 18:29:42, editado 1 vez(es)

Mestre "C"
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 110
Idade : 45
Localização : Where the streets have no name
Modelo do carro : Cmomodoro SL/E 90
Cilindros : 4 cilindros, ainda 151" em breve181"
Data de inscrição : 22/03/2014

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por Mestre "C" em Qua 16 Jul - 18:17:40

Essa injeção sequencial seria interessante também para os quatro cilindros!!!

athal
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 85
Localização : Rio de Janeiro
Modelo do carro : Opala Diplomata Cupé 6cc 1988. Descarga 6x2 com X-PIPE, Sonda wideband LC1, Injeçao e controle da Igniçao Megasquirt MS3, TBI Rochester corpo duplo da Blazer 4.3, bobina da VW Mi CDI CMRacing modificada para PLASMA-JET, freio a disco na traseira.
Cilindros :
Videos da ignição plasmática funcionando:

http://www.youtube.com/watch?v=jm2ltMepG5c

http://www.youtube.com/watch?v=O6yVbMKyXI4


Data de inscrição : 26/01/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por athal em Qua 16 Jul - 18:39:07

Mestre \"C" escreveu:Essa injeção sequencial seria interessante também para os quatro cilindros!!!

O coletor de admissão do 4CC não tem os problemas de distribuição de combustível do 6CC.

Uma TBI do Monza 2.0 a etanol (bico branco) da mais vazão que uma weber 44 e é perfeita e econômica para injetar o 4cc.

KISS keep it simple ("and" or ",") stupid. scratch 

grechejr
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 546
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP
Modelo do carro : Escort Zetec
Cilindros : 4 - 1.8 16V
Data de inscrição : 10/01/2014

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por grechejr em Qua 16 Jul - 21:34:24

duplicada...


Última edição por grechejr em Qua 16 Jul - 21:41:24, editado 1 vez(es)

grechejr
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 546
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP
Modelo do carro : Escort Zetec
Cilindros : 4 - 1.8 16V
Data de inscrição : 10/01/2014

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por grechejr em Qua 16 Jul - 21:40:27

Opalaengeneer, estou com você, me parece verdadeiro e correto tudo o que você explicou.
Athal também estou com você.
Usar uma injeção MS ou esta mesmo Pro Tune e bicos de multiplos furos. Mas usar 6 bicos, mesmo que ligados de 2 em 2 em cada duto siamês.

Ahhh importantíssimo dizer que a Pro Tune pelo que lí parece ter correção por Sonda Wideband com condicionador de sinal já incorporado. Pelo jeito finalmente uma injeção de alto nível e preço justo, porque a FT nova é caríssima, claro que é excelênte, mas pra um carro de rua "normal" é muito dinheiro.

athal
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 85
Localização : Rio de Janeiro
Modelo do carro : Opala Diplomata Cupé 6cc 1988. Descarga 6x2 com X-PIPE, Sonda wideband LC1, Injeçao e controle da Igniçao Megasquirt MS3, TBI Rochester corpo duplo da Blazer 4.3, bobina da VW Mi CDI CMRacing modificada para PLASMA-JET, freio a disco na traseira.
Cilindros :
Videos da ignição plasmática funcionando:

http://www.youtube.com/watch?v=jm2ltMepG5c

http://www.youtube.com/watch?v=O6yVbMKyXI4


Data de inscrição : 26/01/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por athal em Qui 17 Jul - 12:01:36

grechejr escreveu:Opalaengeneer, estou com você, me parece verdadeiro e correto tudo o que você explicou.
Athal também estou com você.
Usar uma injeção MS ou esta mesmo Pro Tune e bicos de multiplos furos. Mas usar 6 bicos, mesmo que ligados de 2 em 2 em cada duto siamês.

Ahhh importantíssimo dizer que a Pro Tune pelo que lí parece ter correção por Sonda Wideband com condicionador de sinal já incorporado. Pelo jeito finalmente uma injeção de alto nível e preço justo, porque a FT nova é caríssima, claro que é excelênte, mas pra um carro de rua "normal" é muito dinheiro.

Pessoal,

sem ofender, mas não existe no mercado nacional nada comparável com uma MEGASQUIRT MS3-MS3X. MS3 esta a anos luz de FT e outras. Ela não é somente injeção e ignição sequencial ate 8 cilindros, se não que permite (entre outras muitas coisas) ajustar ignição e injeção cilindro por cilindro separadamente, individualmente.

http://www.diyautotune.com/catalog/megasquirtiii-ems-system-with-ms3x-expansion-v357-assembled-p-435.html

Custa já ensamblada 657 Dólares americanos. Se conseguir trazer para o Brazil sem pagar impostos a Dilma, ajudarão a evitar que pontes do PAC matem compatriotas, e pagarão um preço justo (1.500 Reais) por um produto de primeira.

Minha experiencia injetando Opala 6cc me diz:

1.- Injeção monoponto usando MS3 e o Coletor do 3E com flange soldada AIR AID e TBI Rochester da Blazer americana 4.3 com dois bicos. Ignição com CDI controlada pela MS3. Opção mais econômica com excelentes resultados.

ou

2.- Injeção e ignição sequencial usando MS3-MS3X, com 6 bicos de 29 libras Ford de 4 furos e 6 bobinas LS1 ou LS2, coletor do Mercado Livre com 6 furos e corpo de borboleta de 65mm. Mais caro e mais suave

Evitem semisequencial não vale a pena pelo custo e pelo pobre resultado...

ABS.
Athal

grechejr
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 546
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP
Modelo do carro : Escort Zetec
Cilindros : 4 - 1.8 16V
Data de inscrição : 10/01/2014

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por grechejr em Qui 17 Jul - 14:57:35

Athal, extamente o que eu penso. Eu não cogitaria ums FT normal e a melhor delas também não devido ao alto preço e ainda assim ser inferior a uma MS.
Hoje não tenho Opala, mas quando tiver meu Opala ou irei fazer uma injeção top com MS ou irei de 4Jet da Quick Fuel. Confesso que sou mais inclinado a 4Jet por ser mais fácil de ter um bom resultado.
Fora dessas opções pra mim eu não cogitaria outra.

Por exemplo no meu carro atual, Escort Zetec 1.8 16V. A injeção ECC-IV faz sequencial até o corte de RPM, trabalha com centelha perdida. Você acha que eu tiraria ela pra usar uma FT 300? Nunca.

athal
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 85
Localização : Rio de Janeiro
Modelo do carro : Opala Diplomata Cupé 6cc 1988. Descarga 6x2 com X-PIPE, Sonda wideband LC1, Injeçao e controle da Igniçao Megasquirt MS3, TBI Rochester corpo duplo da Blazer 4.3, bobina da VW Mi CDI CMRacing modificada para PLASMA-JET, freio a disco na traseira.
Cilindros :
Videos da ignição plasmática funcionando:

http://www.youtube.com/watch?v=jm2ltMepG5c

http://www.youtube.com/watch?v=O6yVbMKyXI4


Data de inscrição : 26/01/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por athal em Qui 17 Jul - 16:06:36

grechejr escreveu:Athal, extamente o que eu penso. Eu não cogitaria ums FT normal e a melhor delas também não devido ao alto preço e ainda assim ser inferior a uma MS.
Hoje não tenho Opala, mas quando tiver meu Opala ou irei fazer uma injeção top com MS ou irei de 4Jet da Quick Fuel. Confesso que sou mais inclinado a 4Jet por ser mais fácil de ter um bom resultado.
Fora dessas opções pra mim eu não cogitaria outra.

Por exemplo no meu carro atual, Escort Zetec 1.8 16V.  A injeção ECC-IV faz sequencial até o corte de RPM, trabalha com centelha perdida. Você acha que eu tiraria ela pra usar uma FT 300? Nunca.

Pois é:

Tem muito opaleiro que ja injetou com Megasquirt: os arquivos .MSQ para configuração no AUTOTUNE podem ser achados fácil mente, é um bom começo. Existe infinita literatura em inglês e tem fórum MS no Brasil. E um caminho muito trilhado já e que sempre deu bons resultados. Ainda com a Megasquirt MS3 você pode começar injetando solo com uma TBI e pegando o pulso negativo da bobina (deixando a ignição com o distribuidor original) e depois ir aprendendo e escalando no projeto ate chegar a sequencial, sem trocar o modulo, e sem ficar com o carro parado meses tentando acertar todo ao mesmo tempo. Escalabilidade.

Em geral em altas rotações os bicos abrem antes que as válvulas de admissão, e inclusive ficam abertos o tempo todo. Falar de injeção sequencial em altas RPM e no minimo, muito relativo. Como já disse, em geral, a diferença com a injeção sequencial se percebe em baixa rotação com menor consumo e emissões.

PARA FICAR CLARO DE UMA VEZ POR TODAS: Ter um bico por cada cilindro apontado a válvula de admissão, não quer dizer que o motor se comporte sequencialmente em toda a faixa de rotação (somente ate +- 2.000 RPM). Sequencial requer NECESSARIAMENTE de Multiponto. Multiponto não implica sequencial (depois de +- 2.000 RPM). Para ser sequencial em altas RPM seriam necessários bicos de elevadíssima vazão, e estes bicos sofrem com tempos de abertura curtos em baixas RPM.

Lembrando que as montadoras usam caixas plenum na admissão da injeção sequencial. Os coletores tipo 3E tem maior volume interno e isto funciona um pouco como plenum. No Opala fica melhor o coletor com um joelho e o corpo de borboleta na horizontal. O joelho acrescenta volume para o efeito plenum.

Nunca uma ECU programável vai dar o acerto de uma ECU configurada pela montadora. Eles tem recursos que nos nem sonhamos. Mais também eles tem limitações de emissões e consumo que um opaleiro não tem. Meu conselho: Não modifiquem  a injeção original de seu carro. Melhor trabalhem a ignição: da para usar ate plasma ignition.

Abs.
Athal


Última edição por athal em Sab 11 Out - 11:46:30, editado 1 vez(es)

Sr.Bianchi
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1961
Localização : Passo Fundo-RS
Modelo do carro : GM Opala SS 79
Bmw E36 coupé 328I
Ford F-250 4x4

Cilindros : 6+6+4
Data de inscrição : 16/02/2012

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por Sr.Bianchi em Qui 17 Jul - 17:19:48

Depois que começei a estudar um pouco a Mega, não vejo razão alguma par se usar a FT. Ou tu paga uma fortuna na mais completa ou tem toda aquela ladainha de usar Peak and Hold pra converter sinal (se for o caso), se não for distribuidor, tem que usar Spark-pro...parece venda casada. Detesto isso. Totalmente limitada aí tem que ficar emendando tralha pra funcionar.

Uma MS1, versão básica tá custando nem 280 dólares montada. Você pode adquirir o chicote completo até com a nomenclatura no fio. Facilita muito. Uma MS3 montada ta custando uns 600 dólares. Então, acho que vale muito a pena. Sem contar o suporte que se tem, a imensa quantidade de informação disponível.

athal
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 85
Localização : Rio de Janeiro
Modelo do carro : Opala Diplomata Cupé 6cc 1988. Descarga 6x2 com X-PIPE, Sonda wideband LC1, Injeçao e controle da Igniçao Megasquirt MS3, TBI Rochester corpo duplo da Blazer 4.3, bobina da VW Mi CDI CMRacing modificada para PLASMA-JET, freio a disco na traseira.
Cilindros :
Videos da ignição plasmática funcionando:

http://www.youtube.com/watch?v=jm2ltMepG5c

http://www.youtube.com/watch?v=O6yVbMKyXI4


Data de inscrição : 26/01/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por athal em Qui 17 Jul - 17:25:24

Sr.Bianchi escreveu:Depois que começei a estudar um pouco a Mega, não vejo razão alguma par se usar a FT. Ou tu paga uma fortuna na mais completa ou tem toda aquela ladainha de usar Peak and Hold pra converter sinal (se for o caso), se não for distribuidor, tem que usar Spark-pro...parece venda casada. Detesto isso. Totalmente limitada aí tem que ficar emendando tralha pra funcionar.

Uma MS1, versão básica tá custando nem 280 dólares montada. Você pode adquirir o chicote completo até com a nomenclatura no fio. Facilita muito. Uma MS3 montada ta custando uns 600 dólares. Então, acho que vale muito a pena. Sem contar o suporte que se tem, a imensa quantidade de informação disponível.  

100% Mr. Bianchi

Se pegar a Megasquirt com o chicote pronto e a "relay board" injetar vira mamao com açucar...


athal
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 85
Localização : Rio de Janeiro
Modelo do carro : Opala Diplomata Cupé 6cc 1988. Descarga 6x2 com X-PIPE, Sonda wideband LC1, Injeçao e controle da Igniçao Megasquirt MS3, TBI Rochester corpo duplo da Blazer 4.3, bobina da VW Mi CDI CMRacing modificada para PLASMA-JET, freio a disco na traseira.
Cilindros :
Videos da ignição plasmática funcionando:

http://www.youtube.com/watch?v=jm2ltMepG5c

http://www.youtube.com/watch?v=O6yVbMKyXI4


Data de inscrição : 26/01/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por athal em Qui 17 Jul - 17:26:53

Sr.Bianchi escreveu:Depois que começei a estudar um pouco a Mega, não vejo razão alguma par se usar a FT. Ou tu paga uma fortuna na mais completa ou tem toda aquela ladainha de usar Peak and Hold pra converter sinal (se for o caso), se não for distribuidor, tem que usar Spark-pro...parece venda casada. Detesto isso. Totalmente limitada aí tem que ficar emendando tralha pra funcionar.

Uma MS1, versão básica tá custando nem 280 dólares montada. Você pode adquirir o chicote completo até com a nomenclatura no fio. Facilita muito. Uma MS3 montada ta custando uns 600 dólares. Então, acho que vale muito a pena. Sem contar o suporte que se tem, a imensa quantidade de informação disponível.  

100% Mr. Bianchi

Se pegar a Megasquirt com o chicote pronto e a "relay board" injetar vira mamao com açucar...


grechejr
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 546
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP
Modelo do carro : Escort Zetec
Cilindros : 4 - 1.8 16V
Data de inscrição : 10/01/2014

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por grechejr em Qui 17 Jul - 17:49:55

Vocês são sábios!! A escalabilidade é algo que todos que pensam em injetar deveriam ter em mente.
Tempos atrás eu li no Autoentusiastas, acho que o Bob Sharp escreveu, que os fabricantes de veículos gastam ao menos 1 milhão de reais pra acertar a injeção para cada versão de veículo. Isso mesmo, versão e não modelo.
Então realmente eles tem recursos e a ECU original tem funções que nem sonhamos.

Pra mim é o que eu disse, ou vai de Old School e usa 4Jet e tal ou se vai injetar vai de MS. No mínimo do mínimo essa Pro Tune. Agora Fueltech...

bruno silverstar83
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 4547
Idade : 20
Localização : Araucária-PR
Modelo do carro : Silverstar 1983
Cilindros : 6 Cilindros
4.1/S
Data de inscrição : 12/04/2012

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por bruno silverstar83 em Qui 17 Jul - 18:30:23

Tópico interessante,pessoal tá de parabéns por tantas informações


_________________
Opala muito mais que um carro,uma paixão.

___________________________________________________

Tópico do silverstar 83 6cil de weber 40  Twisted Evil

Refazendo o motor do silver...


athal
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 85
Localização : Rio de Janeiro
Modelo do carro : Opala Diplomata Cupé 6cc 1988. Descarga 6x2 com X-PIPE, Sonda wideband LC1, Injeçao e controle da Igniçao Megasquirt MS3, TBI Rochester corpo duplo da Blazer 4.3, bobina da VW Mi CDI CMRacing modificada para PLASMA-JET, freio a disco na traseira.
Cilindros :
Videos da ignição plasmática funcionando:

http://www.youtube.com/watch?v=jm2ltMepG5c

http://www.youtube.com/watch?v=O6yVbMKyXI4


Data de inscrição : 26/01/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por athal em Qui 17 Jul - 18:42:47

grechejr escreveu:Vocês são sábios!! A escalabilidade é algo que todos que pensam em injetar deveriam ter em mente.
Tempos atrás eu li no Autoentusiastas, acho que o Bob Sharp escreveu, que os fabricantes de veículos gastam ao menos 1 milhão de reais pra acertar a injeção para cada versão de veículo. Isso mesmo, versão e não modelo.
Então realmente eles tem recursos e a ECU original tem funções que nem sonhamos.

Pra mim é o que eu disse, ou vai de Old School e usa 4Jet e tal ou se vai injetar vai de MS. No mínimo do mínimo essa Pro Tune. Agora Fueltech...

Tem gente muito boa neste fórum.

Alguns sabem e outros aprendem apanhando... pirat

As ECU das montadoras não são grande coisa e não diferem muito umas de outras, com funcionalidades similares as de uma MS. Em carros modernos as ECU´s dividem sua capacidade de processo (nada excepcional) entre o gerenciamento do motor e outros componentes (ate a buzina). Os recursos das montadoras não estão nas ECU, estão em bancadas de fluxo, dinamômetros de bancada, sensores de pressão nos cilindros, sondas wide por cada cilindro, egt's, sensores de batida pino, horas de engenheiros, e motores para detonar a vontade. Os recursos das montadoras estão nos mapas de injeção e avanço de ignição e nos fatores de correção (software) resultantes dos testes em bancada e não no hardware da ECU.

A única ECU das montadoras que merece meu respeito é a da SAAB com capacidade ION SENSING. Equivale a um dinamómetro a bordo com correção de avanço e injeção em tempo real cilindro a cilindro: O motor perfeito em qualquer circunstancia.

Abs.
Athal

Sr.Bianchi
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1961
Localização : Passo Fundo-RS
Modelo do carro : GM Opala SS 79
Bmw E36 coupé 328I
Ford F-250 4x4

Cilindros : 6+6+4
Data de inscrição : 16/02/2012

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por Sr.Bianchi em Sex 18 Jul - 7:36:04

Outra coisa que gosto muito na Mega, é que por ex. no meu caso, que to usando a Bosch Motronic, se eu quisesse passar pra programável, com a MS posso utilizar praticamente todos meus componentes de injeção e ignição atuais. Isso se aplica praticamente qualquer sistema de injeção de fábrica.
Essa questão da escalabilidade, torna ela extremamente versátil. Talvez com pequenas modificações, você usa com quase todos os tipos de sensores, adapta em qualquer motor.

Esses dias mesmo vi o projeto de um guri nos EUA, que fundiu uma MS2 com a Motronic de uma Bmw E30. Colocou ela até dentro da caixa da Bosch e usou a maior parte do chicote original.

As montadoras conforme nosso amigo grechejr mencionou, também tem uma preocupação que nós não temos: nível de emissões. Bom pelo menos eu não tenho hahahah. Mas a brincadeira pra eles fica cara também pelo fato de que o produto tem que ser totalmente confiável, respeitar normas e etc.

Athal, já chegou a dar uma olhada naquele livro "Performance Fuel Injection Systems" do Cramer e Hoffmann? Comprei ele esses tempos. Tem muita coisa boa ali, bastante informação, desde o básico.

athal
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 85
Localização : Rio de Janeiro
Modelo do carro : Opala Diplomata Cupé 6cc 1988. Descarga 6x2 com X-PIPE, Sonda wideband LC1, Injeçao e controle da Igniçao Megasquirt MS3, TBI Rochester corpo duplo da Blazer 4.3, bobina da VW Mi CDI CMRacing modificada para PLASMA-JET, freio a disco na traseira.
Cilindros :
Videos da ignição plasmática funcionando:

http://www.youtube.com/watch?v=jm2ltMepG5c

http://www.youtube.com/watch?v=O6yVbMKyXI4


Data de inscrição : 26/01/2010

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por athal em Sex 18 Jul - 10:19:43

Sr.Bianchi escreveu:Outra coisa que gosto muito na Mega, é que por ex. no meu caso, que to usando a Bosch Motronic, se eu quisesse passar pra programável, com a MS posso utilizar praticamente todos meus componentes de injeção e ignição atuais. Isso se aplica praticamente qualquer sistema de injeção de fábrica.
Essa questão da escalabilidade, torna ela extremamente versátil. Talvez com pequenas modificações, você usa com quase todos os tipos de sensores, adapta em qualquer motor.

Esses dias mesmo vi o projeto de um guri nos EUA, que fundiu uma MS2 com a Motronic de uma Bmw E30. Colocou ela até dentro da caixa da Bosch e usou a maior parte do chicote original.

As montadoras conforme nosso amigo grechejr mencionou, também tem uma preocupação que nós não temos: nível de emissões. Bom pelo menos eu não tenho hahahah. Mas a brincadeira pra eles fica cara também pelo fato de que o produto tem que ser totalmente confiável, respeitar normas e etc.

Athal, já chegou a dar uma olhada naquele livro "Performance Fuel Injection Systems" do Cramer e Hoffmann? Comprei ele esses tempos. Tem muita coisa boa ali, bastante informação, desde o básico.

Sim, durmo com o "Performance Fuel Injection Systems"  debaixo da almofada, e acostumo sempre que posso encher o saco do Matt pedindo que libere por fim para Megasquirt o sistema ION SENSING.

Tambem tenho debaixo da almofada o Santucci, e  o Internal Combustion Engine Fundamentals do John B. Heywood e alguns outros, muitos outros... As minhas cervicais estao um lixo, mais o Opala esta como eu quero.  study    

Conteúdo patrocinado

Re: Injeção 3 e 6 bicos sequencial e semi-sequencial feito no Brasil.

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 6:45:49


    Data/hora atual: Sex 9 Dez - 6:45:49