Opaleiros do Paraná

Conecte-se e aproveite as vantagens de ser um Membro Oficial.

Login

Esqueci minha senha

Últimos assuntos

Quem está conectado

56 usuários online :: 5 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 51 Visitantes :: 2 Motores de busca

DPLM_88, Guilherme Leão, joaoc, Müller, vicomodoro


[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 523 em Qua 15 Dez - 17:01:27

Produtos 101 Racing Parts

Seg 22 Abr - 17:29:39 por 101 Racing Parts

Comando de Válvulas Mecânico ISKY (USA)
CHEVROLET/GM 6cil 4.1L/250 1969-91 Opala
CHEVROLET/GM 4cil 2.5L/151 1969-91 - Carburados (tubo 6mm) Chevette, Chevy, Marajó



LINK PARA O PRODUTO
http://www.101racingparts.com/ecommerce/lista_produtos/busca%7C%7Cisk-2/1

Rafael Rodrigues
rafael@101racingparts.com
(41) 3941-4138


Filtro de Combustível de Tubo com Bico …

Top dos mais postadores

thallisguimaraes (17463)
 
tabarbosa (16851)
 
BANDIT (13534)
 
Xann (10387)
 
j ricardo (9352)
 
Jean Bida (9311)
 
Eduardo SSa (8678)
 
raphaelcaronti (8482)
 
Rubão6cc (7890)
 
100 (7771)
 

Uma imagem bacana :-)

Compartilhe

gustavohab
Opaleiro
Opaleiro

Número de Mensagens : 117
Data de inscrição : 25/12/2013

Re: Uma imagem bacana :-)

Mensagem por gustavohab em Seg 23 Jun - 15:03:39

perai qual era mais potente o 250/s ou o alcool?

por que o KDT_GO falo: O 250S é sim menos potente que o 250álcool.

o bandit disse que o 250/s andas mais...

e ae quem anda mais 250alcool ou 250/s? Question 

Mestre "C"
Opaleiro
Opaleiro

Número de Mensagens : 110
Data de inscrição : 22/03/2014

Re: Uma imagem bacana :-)

Mensagem por Mestre "C" em Seg 23 Jun - 15:31:17

O que diz respeito a potência é um assunto muito delicado.

Nas dácadas anteriores vai saber qual era o critério de potência usado por cada montadora?

Segue na íntegra um artigo falando sobre o assunto,escrito por BOB SHARP, e copiado aqui por mim em sua íntegra:

Postado por Bob Sharp
Imagem: blogs.estadao.com.br



Um dos dados mais relevantes do automóvel, desde que foi inventado há 125 anos, é a potência. Por isso é tão usada pelas técnicas de mercado, ou marketing, todas essas décadas. Até mesmo pela indústria de caminhões, contrariando os que dão importância máxima ao torque, só falam em potência no seu material de divulgação e propaganda. Quem manda é a potência e ponto final.

Mas há um problema: que potência?

Como os alemães sempre usaram a potência DIN, que é líquida, ou seja, é medida estando o motor como se estivesse funcionando no carro, com escapamento, filtro de ar, alternador gerando e corrente e tudo mais, o número de potência DIN sempre foi o mais baixo de todos, entre eles a potência SAE bruta. Por isso sempre falou em “cavalos alemães”, no sentido de valorizar carros que a utilizassem.

Um bom exemplo era o Porsche dos anos 1950, inclusive os de competição como o 550, que incomodava os Ferrari com o dobro da cilindrada, 3.000 contra 1.500 cm³. O 550 tinha motor 1500 de apenas 110 cv, mas eram “cavalos alemães”.

Essas diferenças ocasionam distorções quando o assunto é história. Antigas e elevadas potências de carros americanos, quando traduzidas em potência líquida, decepcionam e chegam a frustrar quem tanto admira os motores V-8 dos anos 1950 e 1960. Os Estados Unidos passaram a utilizar potência líquida de 1972 em diante e na época muitos atribuíram a queda aos dispositivos de controle de emissões, como o catalisador, e logo depois a medidas de conter o consumo de combustível devido à Crise do Petróleo de 1973.

Não foi nada disso, apenas o padrão mudou.

No Brasil também se usou a potência bruta SAE até o início dos anos 80, quando passou a ser usada a potência líquida segundo a norma brasileira NBR 5484 da ABNT, a Associação Brasileira de Normas Técnicas.

O Maverick V-8 de 4.940 cm³ era anunciado como tendo potência de 199 cv, só que era potência bruta. .Sua potência líquida era na verdade 135 cv. Ou o Dodge Dart de 198 hp, que caía para cerca 140 cv usando o critério de potência líquida.



Os famosos “40 hp de emoção” do Renault Gordini eram na verdade 32 cv, sua potência líquida. O Fusca 1200 era de 36 hp ou 30 cv, 16% de diferença. Curiosamente, o Fusca 1100 de 25 cv sempre teve anunciada potência liquida.

Os monstros americanos de 7 litros (427 polegadas cúbicas) desenvolviam ao redor de 400 cv, mas ficavam na faixa 220~250 cv se fossem “cavalos alemães” O motor do Corvette 1982, de 350 pol³ (5.733 cm³), já com injeção em ponto central dupla, desenvolvia apenas 203 cv de potência líquida.



Hoje a potência DIN (Instituto Alemão para Normatização, na sigla em alemão) virou potência ECE, Comissão Econômica Européia. Há também a potência JIS (Padrão da Indústria do Japão), também líquida. Publicações importantes como catálogo anual da suíça Automobile Revue (imprescindível para todo autoentusiasta, procurar em http://catalogue.automobilerevue.ch; custa apenas 49 francos suíços, algo como R$ 100) sempre informam o padrão de potência, se SAE, ECE ou JIS.

Um cuidado a tomar e ao qual o AE é atento é a questão de potência em horsepower (hp) e em cavalo-vapor (cv), que é a mesma que PS, cv em alemão (Pferdestarken). O cv é 1,39% mais forte que o hp, sendo necessário converter em nome da precisão. Com potências baixas faz pouca diferença, mas não nas potências elevadas. Um Corvette de 505 hp tem 512 cv, enquanto um motor de 50 hp passa a 50,7 cv. As boas revistas estrangeiras fazem esse ajuste também.

E o quilowatt (kW)? Mesma coisa. Quando a potência vier em kW, para transformá-la em hp multiplica-se por 1,341. Por exemplo, 100 kW x 1,341 = 134,1 hp. Para passar para cv, multiplica-se por 1,359, donde 100 kW = 135,96 cv. Repare que neste exemplo cv é 1,39% mais que hp.

Para o torque, cada vez mais é usado o newton·metro (Nm), mas é uma grandeza à qual muitos, eu inclusive, não estão acostumados. Por isso sempre converto para metro·quilograma-força (mkgf). É fácil, basta dividir Nm por 9,806.

O que não se deve fazer é misturar cv ou hp com Nm, como muitas fábricas fazem por Nm, estratégia usada por resultar num número bem maior que m·kgf – praticamente 10 vezes mais. Ou kW e Nm, ou cv e m·kgf.

Aqui se deveria usar kW e Nm, de acordo com o Sistema Internacional de Medidas – como fazem os australianos, por exemplo – mas eu não, e por muito tempo ainda. Já pensou uma tela de receptor de televisão de 1.066,8 mm? Não dá, tem de ser de 42 polegadas mesmo.

BS

Se esse texto não esclareceu,pelo menos confundiu mais ainda.

Quero ver quem tem coragem de passar o carro no dina de rolo e ver a potência real nas rodas como eu fiz e ficar decepcionado!!!



Isso é um exemplo do que as montadoras poderiam ter feito no passado,e fazer em todos os carros e fixar no para brisas junto com aquele selo de geladeira que está vindo nos atuais,aí sim poderimos dizer qual carro é mais potente sem propaganda espetaculosa de montadora,chute de propietário ou norma de potência diferente para aumentar numericamente.

BANDIT
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 13534
Localização : Paraná
Cilindros : 8+6+6+6+4
Data de inscrição : 22/06/2009

Re: Uma imagem bacana :-)

Mensagem por BANDIT em Seg 23 Jun - 19:02:31

gustavohab escreveu:perai qual era mais potente o 250/s ou o alcool?

por que o KDT_GO falo: O 250S é sim menos potente que o 250álcool.

o bandit disse que o 250/s andas mais...

e ae quem anda mais 250alcool ou 250/s? Question 
Isso é um fórum !

todos podem e devem postar
e cada um defende seu ponto de vista !

eu posto no que eu vivi e vi e tive !

Um opala 250/S  gira 5.200rpm  original....são 900rpm a + que um motor 4100 !
isso que o opala 250/S possui o carburador DFV.....e o 4100 H-34  (menor)

se os opalas álcool não usarem nitrometano.....não tem como ser + potente !!!

tem outro teste que o opala 250/S chega a 196km/h !

a  caravana com o "poderoso" motor álcool chegou a 171km/h com diferencial 2;73:1
e os opalas 250/S usam o 3;08:1

se alguém achar que um opala com motor de 153Hp é capaz   de andar junto com motores de 200Hp e 215Hp....então esse opala é de fibra ....só pode !

o motor 250/S  somente trocando o coletor e carburador por um coletor Engine e uma carburação holley de 650cfm...chega a 6000rpm !   Num motor todo original

o motor 4100 com tuchos travado (  flutuação não tem nada haver!!!)  com coletores   quadrijet....chega 5300rpm .....uma única vez....desarruma todos os tuchos.....tem que regular tudo de volta !!!

o comando 6cc  4100 é tudo igual tanto pra gasolina e álcool ........só que esse comando é uma bosta ....não rende nada !!!!....e comando de caminhão !


Eu andei em 250/S original de fábrica.....eu tive opala 250/s e mexi  em vários ......e fiz alguns motores 250/S  ....a gente chama de nascer !!!!

qualquer um que andou de opala 250/s sabe a enorme diferença que tem  de um 250/S pra um 4100  , mesmo que seja a álcool !.

Mestre "C"
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 110
Idade : 45
Localização : Where the streets have no name
Modelo do carro : Cmomodoro SL/E 90
Cilindros : 4 cilindros, ainda 151" em breve181"
Data de inscrição : 22/03/2014

Re: Uma imagem bacana :-)

Mensagem por Mestre "C" em Seg 23 Jun - 19:57:28

BANDIT escreveu:
gustavohab escreveu:perai qual era mais potente o 250/s ou o alcool?

por que o KDT_GO falo: O 250S é sim menos potente que o 250álcool.

o bandit disse que o 250/s andas mais...

e ae quem anda mais 250alcool ou 250/s? Question 
Isso é um fórum !

todos podem e devem postar
e cada um defende seu ponto de vista !

eu posto no que eu vivi e vi e tive !

Um opala 250/S  gira 5.200rpm  original....são 900rpm a + que um motor 4100 !
isso que o opala 250/S possui o carburador DFV.....e o 4100 H-34  (menor)

se os opalas álcool não usarem nitrometano.....não tem como ser + potente !!!

tem outro teste que o opala 250/S chega a 196km/h !

a  caravana com o "poderoso" motor álcool chegou a 171km/h com diferencial 2;73:1
e os opalas 250/S usam o 3;08:1

se alguém achar que um opala com motor de 153Hp é capaz   de andar junto com motores de 200Hp e 215Hp....então esse opala é de fibra ....só pode !

o motor 250/S  somente trocando o coletor e carburador por um coletor Engine e uma carburação holley de 650cfm...chega a 6000rpm !   Num motor todo original

o motor 4100 com tuchos travado (  flutuação não tem nada haver!!!)  com coletores   quadrijet....chega 5300rpm .....uma única vez....desarruma todos os tuchos.....tem que regular tudo de volta !!!

o comando 6cc  4100 é tudo igual tanto pra gasolina e álcool ........só que esse comando é uma bosta ....não rende nada !!!!....e comando de caminhão !


Eu andei em 250/S original de fábrica.....eu tive opala 250/s e mexi  em vários ......e fiz alguns motores 250/S  ....a gente chama de nascer !!!!

qualquer um que andou de opala 250/s sabe a enorme diferença que tem  de um 250/S pra um 4100  , mesmo que seja a álcool !.

Pois é...a GM fez dois ou mais "motores diferentes" baseados no mesmo.O que mudavam era o comando(que obrigatóriamente inclui tuchos,varetas,molas) e carburadores.

BANDIT acho que vai concordar comigo,não adianta só trocar o comando e colocar mola dupla e tal,tem que saber o que está fazendo,um PROFISSIONAL sabe...

Concordo em gênero,numero e grau com o colega BANDIT,um motor realmente "NASCE" quando é colocado para "respirar".

O que no meu ponto de vista acho um erro é a dissiparidade de potências nos motores,mesmo com a mesma configuração e anos diferentes,o texto que postei mostra a quantidade de "potências" que se pode falar que um motor tem.

Acho que não só eu mas todos aqui gostaríamos que ela fosse medida em apenas um método,pois assim teríamos a real situação de cada motor.

Eu sou a favor que cada um medisse a potência do seu carro em dina e mostrasse aqui,assim acabaríamos com muitas DUVIDAS,que o meu colega BANDIT vive tirando de vários aqui neste fórum com os seus devaneios....eu gosto de ver as citações...me divirto!!!

A gente pesca quem realmente entende do assunto...

Poderíamos fazer uma campanha,os donos de dina iriam adorar,podiam até dar um desconto pro pessoal aqui do fórum,o que acham?Quem teria coragem de medir a potência verdadeira de seu carros?Eu aqui estou muito curioso a respeito disso!!


BANDIT
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 13534
Localização : Paraná
Cilindros : 8+6+6+6+4
Data de inscrição : 22/06/2009

Re: Uma imagem bacana :-)

Mensagem por BANDIT em Seg 23 Jun - 20:24:57

tem variações  de altitude e temperatura que influenciam  os resultado final !

até o próprio dino ....influencia !

existe muita diferença da potencia do motor !!!!
pra potencia que sai na roda !


só um cambio veio varetado de opala que usa óleo 90 ...rouba uns 15HP

um cambio Eaton que usa óleo de cambio hidramático....rouba uns 5HP !


na verdade a potencia é apenas um numero !



mas temos que partir de algum lugar , não concorda?

então se existe tanta disparidade  como cambio ...diferencial ( tem muita diferença de um bras eixo....pra um dana 44 com auto-blocante )  aro ,largura de pneu ! etc...etc... eu prefiro levar em consideração apenas a potencia do motor !

e lá que eu mexo não na roda !!

gustavohab
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 117
Idade : 28
Localização : jundiai-SP
Modelo do carro : OPALA DIPLOMATA 4P 1986 6CC ALCOOL / CARAVAN COMODORO 6CC IDF 44 COMANDO 298
Cilindros : 6CC 4.1L ALCOOL
Data de inscrição : 25/12/2013

Re: Uma imagem bacana :-)

Mensagem por gustavohab em Seg 23 Jun - 20:31:27

isso significa que o opala ss6 1976 desenvolvia algo em torno de 122cvs

e o opala de 1980 em diante 141 cvs reais???

interessante então os opala da decada de 80-92 são mais fortes que os de 76 - 80

muito bom isso explica por que o maverick v8 não corresponde em resultado contra um bmw 325i rsrsrs

muito obrigado exclareceu e muito todas as duvidas minhas em relação a esse assunto...

gustavohab
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 117
Idade : 28
Localização : jundiai-SP
Modelo do carro : OPALA DIPLOMATA 4P 1986 6CC ALCOOL / CARAVAN COMODORO 6CC IDF 44 COMANDO 298
Cilindros : 6CC 4.1L ALCOOL
Data de inscrição : 25/12/2013

Re: Uma imagem bacana :-)

Mensagem por gustavohab em Seg 23 Jun - 20:36:31


eu prefiro potencia na roda melhor referencia de resultado!!!

se eu sei que que existe essas perdas trabalho no "conjunto" e não apenas no motor

mais saber diminuir essas perdas é muito interessante....

gustavohab
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 117
Idade : 28
Localização : jundiai-SP
Modelo do carro : OPALA DIPLOMATA 4P 1986 6CC ALCOOL / CARAVAN COMODORO 6CC IDF 44 COMANDO 298
Cilindros : 6CC 4.1L ALCOOL
Data de inscrição : 25/12/2013

Re: Uma imagem bacana :-)

Mensagem por gustavohab em Seg 23 Jun - 20:43:53

puts um desafio de opala no dyno ia ser legal rsrsrs

seria a demonstração pratica do que é realmente preparar um motor muitos garotos leigos como eu
teria uma ideia mais abrangente na hora de preparar um motor ou cambio ou mesmo todo o conjunto...

seria um belo tira-teima rsrsrsrs

Conteúdo patrocinado

Re: Uma imagem bacana :-)

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 20:12:56


    Data/hora atual: Sex 9 Dez - 20:12:56