Opaleiros do Paraná

Conecte-se e aproveite as vantagens de ser um Membro Oficial.

Login

Esqueci minha senha

Últimos assuntos

Quem está conectado

71 usuários online :: 8 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 63 Visitantes :: 2 Motores de busca

A Richetti, DILERMANDO1, Eduardo BM, FF Rodrigues, ivobd, joaoc, lester e sara, Rubão6cc


[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 523 em Qua 15 Dez - 17:01:27

Produtos 101 Racing Parts

Seg 22 Abr - 17:29:39 por 101 Racing Parts

Comando de Válvulas Mecânico ISKY (USA)
CHEVROLET/GM 6cil 4.1L/250 1969-91 Opala
CHEVROLET/GM 4cil 2.5L/151 1969-91 - Carburados (tubo 6mm) Chevette, Chevy, Marajó



LINK PARA O PRODUTO
http://www.101racingparts.com/ecommerce/lista_produtos/busca%7C%7Cisk-2/1

Rafael Rodrigues
rafael@101racingparts.com
(41) 3941-4138


Filtro de Combustível de Tubo com Bico …

Top dos mais postadores

thallisguimaraes (17463)
 
tabarbosa (16851)
 
BANDIT (13534)
 
Xann (10387)
 
j ricardo (9352)
 
Jean Bida (9311)
 
Eduardo SSa (8678)
 
raphaelcaronti (8482)
 
Rubão6cc (7893)
 
100 (7771)
 

Preparação de Carburadores

Compartilhe

GSALAMON
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 291
Idade : 37
Localização : Ji-Paraná - RO
Modelo do carro : Diplomata SE 6cc 90 Turbo
Cilindros : 4.1
Data de inscrição : 15/02/2008

Preparação de Carburadores

Mensagem por GSALAMON em Ter 10 Nov - 11:43:59

Preparação de Carburadores
Voltar para Matérias


Não podemos deixar de lembrar que o carburador, ainda tão presente na frota de veículos originais, marca vigorosa presença em veículos preparados!

O conhecimento destes componentes permite que o mecânico e o preparador obtenham excelentes resultados no acerto de seu motor, ganhando preciosos HP'S e protegendo o motor contra quebras.

Os carburadores contêm um ou mais corpos. Os de apenas um copo são chamados de simples, os que possuem dois corpos são chamados de duplos, e podem ser do tipo progressivo ou simultâneo. O tipo simultâneo é aquele em que o acionamento do cabo do acelerador provoca a abertura simultânea das duas borboletas. Já os carburadores duplos progressivos, apresentam uma característica de operação diferente: em baixas rotações, apenas as borboletas de aceleração do primeiro corpo é acionada, ao passo que para maiores solicitações de carga e rotação, a borboleta do segundo corpo se abre, fazendo com que o segundo corpo trabalhe em conjunto com o primeiro. Temos também os de quatro corpos conhecidos como ?quadrijet?, nesse caso, com a aplicação restrita para motores muscle cars, ou seja, de grande cilindrada.



No corpo de qualquer tipo de carburador encontraremos: difusores, venturis e borboletas, e conforme sua disposição, um corpo pode alimentar um ou mais cilindros do motor. Por isso, esse tipo de carburador é também chamado de duplo corpo estagiado, onde o primeiro estágio proporciona torque e economia condizentes com a solicitação imposta em baixos regimes e o segundo estágio proporciona a potência necessária às maiores cargas e velocidades.

Normalmente, a borboleta do segundo corpo é maior do que a do primeiro, para permitir melhor vazão da mistura AR/COMBUSTÍVEL quando acionada. Outra observação é a posição do carburador em relação ao motor, pois sua instalação normalmente é feita em uma posição onde o segundo corpo é sempre mais próximo do motor que o percurso da mistura AR/COMBUSTÍVEL que flui do primeiro corpo, seja mais longo.

Essa característica favorece a obtenção de torques a baixas rotações do motor. Da mesma forma, quando acionado o segundo corpo do carburador por sua borboleta de aceleração, cujo diâmetro é maior, fluirá uma mistura que percorrerá o menor caminho até as câmeras de combustão, o que proporcionará melhor eficiência volumétrica, favorecendo a potência em rotações elevadas.

A mistura AR/COMBUSTÍVEL, após sair do carburador, passa pelo coletor de admissão antes de entrar na câmara de combustão, e nessa passagem a mistura estará sujeita as perdas ocasionadas pela rugosidade, turbulência e curvas deste coletor, o que afetará a eficiência volumétrica. Outra observação importante é em relação ao diâmetro do coletor e as passagens entre as válvulas e suas sedes, que também interferem na eficiência volumétrica do motor. Os coletores de admissão de pequenos diâmetros internos favorecem o desempenho em baixas rotações. Da mesma forma, coletores de grande diâmetro interno proporcionam maior desempenho em altas rotações. Não esquecendo do comprimento, coletores curtos favorecem altos rpm's e coletores longos favorecem torque. Tomamos como exemplo, um Gol MI 1.0 8v. Se prestarmos atenção na construção de seu coletor de admissão, notaremos o seu diâmetro reduzido e o seu formato de ?caracol? prolongando-o e visando torque em baixos rpm's.

O acerto do carburador é um dos passos mais importantes no trabalho de preparação do motor. O ponto principal é sua escolha, baseando-se no número de cfm's (Cubic Feet Minutes, ou seja, pés descargabicos por minuto que é igual a fluxo de vazão) que o carburador oferece e no número de cfm's que o cabeçote aspira.

Exemplo:

Weber 40 IDF média 220 cfm's
Weber 44 IDF média 260 cfm's
Weber 48 IDF média 320 cfm's

IDF = diâmetro das borboletas

Próximo passo: multiplique o volume do cilindro pela RPM máxima, extraia a raiz quadrada e divida por, ou seja:

Para achar o tamanho do carburador: (Raiz quadrada) / (cilindrada de um cilindro x RPM / 40)

Para achar o tamanho do difusor:(Raiz quadrada) / (cilindrada de um cilindro x RPM / 50)




LINHA DE COMBUSÍVEL
Um item pouco lembrado e de suma importância, é a passagem do combustível do tanque ao carburador. Esse ponto é muito importante, pois muitos projetos de carros preparados por mais simples que sejam, acabam pecando no esquecimento de uma linha de combustível eficiente para a carburação do motor.

Outro item que requer muita atenção e cuidado são os pescadores, diâmetros de mangueiras, nipes, entrada do carburador e agulha da bóia.

Um outro detalhe importante é o nível de combustível no interior da cuba, pois ao determiná-lo corretamente, se otimiza a emulsão da caneta (tubo misturador), esta depende totalmente do nível que o combustível assuma na cuba.

BÓIA DO CARBURADOR
Outro ?macete? pouco conhecido e fantástico é o trabalho da bóia do carburador.

É a bóia que controla a abertura e o fechamento da agulha. Existem três tipos de bóias: bronze, nitropor e poliacetal.

Algumas delas possuem dois tipos de regulagem, ou seja, regulagem no curso da bóia e regulagem no nível da cuba. Existem bóias em que a regulagem é feita através de calços na agulha para se alterar o nível de cuba.

É muito importante saber que para cada combustível usado é necessário se alterar o peso da bóia. Muitos usam a bóia que foi projetada para um carburador a gasolina, em um carburador projetado para arrancada, onde é utilizado o metanol, e a simples alteração na bóia pode resolver um problema de acerto.

Quando se prepara um carburador de competição, a bóia terá que ser alterada e para isso, existe um cálculo que dará ao preparador o seu peso para cada combustível.

É muito importante manter o nível exato da cuba, principalmente em altos rpm's, pois somente depois deste controle de nível, é que poderemos pensar no tipo de caneta, giclê de ar e giclê de combustível, para eliminar o volume de emulsão que vai entrar no motor.

GICLÊ PRINCIPAL ? GIGLÊ DE AR
A escala do giclê de combustível está diretamente ligada a três fatores importantes:

DIFUSOR: segundo indicação do manual WEBER, poderemos notar, por exemplo, que para difusores de 29 mm o giclê usado pode ser entre 1,40 mm a 1,70 mm. Outro item interessante está relacionado ao diâmetro do difusor para que a carga de ar arraste o combustível com precisão. O diâmetro do difusor estabelece asem que ?rpm? o torque e a potência máxima aparecem como já vimos na matéria, ou seja, no coletor de admissão, diâmetros menores favorecem torque, enquanto diâmetros maiores favorecem potência.

GICLÊS DE AR: A escolha do giclê e combustível também está ligada diretamente ao giclê de ar, pois poucos dão importância a esse calibre que ajudará em muito no acerto de um motor preparado.

A função deste giclê consiste na formação inicial melhor e mais homogênea da mistura AR/COMBUSTÍVEL.

Para se ter uma idéia, aumentando-se o diâmetro deste giclê a mistura se tornará mais pobre em altas rotações, o efeito é diferente com o giclê principal, pois quando se reduz o diâmetro torna-se pobre em todas as faixas de rpm's com exceção da marcha lenta.

TUBO MISTURADOR OU CANETA
Trabalha submerso ao combustível existente no poço do sistema principal (no alojamento da caneta, ao lado da cuba). Ele possui giclê principal em sua extremidade inferior, e o giclê de ar em sua extremidade superior. Em repouso, o nível do combustível no poço do sistema normalmente cobre os furos laterais do tubo misturador ali mergulhado. Com uma pequena abertura da borboleta do acelerador, a depressão do coletor de admissão é sentida na câmara de mistura do carburador, e prossegue através do difusor ao poço do sistema principal, o qual é abastecido pela cuba de nível constante por meio do giclê principal. Isto faz com que o nível de combustível do poço comece a baixar, descobrindo os orifícios do tubo misturador. À medida que a depressão aumenta mais baixo fica o nível do poço, e mais furos do tubo misturador são descobertos e mais ar é admitido pelo giclê de ar. Esta progressividade aumenta o empobrecimento da mistura.

Caso a demanda do motor continue aumentando, o nível no poço do sistema principal irá abaixar, até no máximo atingir a extremidade inferior do tubo misturador, quando então o giclê de ar estará atuando em sua plenitude. A partir desse momento, para maiores velocidades e cargas, será necessário que o sistema suplementar de potência entre em operação, para providenciar o enriquecimento da mistura em plena carga. Aí, entra o conhecimento e técnica na preparação de carburadores, escolhendo-se a caneta certa, trabalhando-se a válvula de máxima e acrescentando econostats (giclê suplementar), conforme a necessidade.

Um ponto interessante que ajuda na escolha da caneta certa, é que canetas com furações altas, ou seja, que ficam próximas do giclê de ar, favorecem um enriquecimento em altos rpm's, e conseqüentemente canetas com furações baixas, próximas do giclê principal, favorecem torque.

EXEMPLOS E CANETAS - CARBURADOR WEBER
? Enriquecimento em baixos rpm's F7
? Mistura fraca em baixos rpm's F2, F3, F11, F14.
? Redução do enriquecimento em altos rpm?s F8, F9, F31.
? Para motores álcool e metanol F2, F3, F4, F7, F17.

Como podemos ver, o carburador é um componente simples, mas que requer muito conhecimento para prepará-lo, conhecer seu funcionamento a fundo auxiliará no seu acerto e retrabalho!

Buscando informação, conhecimento, tendo dedicação e paciência, pode-se fazer um excelente trabalho de preparação e afinação no carburador. Como vimos à escolha ideal do carburador e a combinação entre AR/COMBUSTIVEL /CANETA garantirá o sucesso do preparador!

Fonte: Rally Racing - Por Julio César de Vasconcelos Moura


Última edição por GSALAMON em Ter 10 Nov - 15:24:18, editado 1 vez(es)

Jean Bida
Moderadores
Moderadores

Masculino Número de Mensagens : 9311
Idade : 42
Localização : Paraná
Modelo do carro : Diplomata SE 89

Cilindros : 250-S
Data de inscrição : 04/01/2008

Re: Preparação de Carburadores

Mensagem por Jean Bida em Ter 10 Nov - 13:23:00

Cara, que texto show!!! Uma aula , este deve ser fixado.Por hora melhor ficar aqui pra melhor vizualização, fica meio mocado no "Fixos" mas com certeza não pode nunca sair da página principal do "preparação"...Valeu mesmo GS!!!


_________________
[img][/img]

Diplomata Bicolor89-Gas.165 Mkm/ 250-S/Tuchos Crane/446/MSD/6x2/Cabeçote 586 Jeferson Heerdt/Taxa 9:01/Dana 3,07


...Eterno Apaixonado...


jeanbida@gmail.com EU SOU ANTIGÃO!!!

MALAKA_OPALA82
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1313
Localização : Pinhais
Data de inscrição : 08/08/2008

Re: Preparação de Carburadores

Mensagem por MALAKA_OPALA82 em Ter 10 Nov - 13:58:40


oldschool75
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 165
Idade : 27
Localização : Uberaba - MG
Modelo do carro : Omega GLS 4.1 SFI 1995
Cilindros : 6 caneco 4100cc original
Data de inscrição : 30/09/2009

Re: Preparação de Carburadores

Mensagem por oldschool75 em Ter 10 Nov - 15:09:52


betodacaravan
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1673
Idade : 43
Localização : DF.
Modelo do carro : ex-caravan comodoro sle 88/89....eeeeee saudade da catarina meu amor.
futuro diplomata 89 azul gas. seg dono.
Cilindros : 6 cil, fututo 4.4
Data de inscrição : 27/03/2009

Re: Preparação de Carburadores

Mensagem por betodacaravan em Ter 10 Nov - 16:20:25

boa materia. fixo.

thallisguimaraes
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 17463
Idade : 24
Localização : Goiânia-GO
Modelo do carro : Caravan 1988
Cilindros : 4.1i
Data de inscrição : 16/01/2008

Re: Preparação de Carburadores

Mensagem por thallisguimaraes em Ter 10 Nov - 18:07:37

Mais uma otima materia, e so uma coisa, os cfms das webers nao ta correto ne?


_________________
ANTES UM SONHO, HOJE NEM DURMO

Marcelo Pitbull
Equipe de Moderação
Equipe de Moderação

Masculino Número de Mensagens : 2281
Idade : 44
Localização : Camboriú - SC
Modelo do carro : EX... Diplomata SE 1991/92 Aut.
Ex... SS71
Ex... Especial 73
Cilindros : 18 cil
Data de inscrição : 17/07/2008

Re: Preparação de Carburadores

Mensagem por Marcelo Pitbull em Ter 10 Nov - 22:21:27

thallisguimaraes escreveu:Mais uma otima materia, e so uma coisa, os cfms das webers nao ta correto ne?

Verdade, ótima matéria, mas, os CFMs das webers estão subdimencionados, todos!
Outra coisa... IDF é o modelo do carburador vertical, assim como DCOE é horizontal, isso falando em weber.

GSALAMON
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 291
Idade : 37
Localização : Ji-Paraná - RO
Modelo do carro : Diplomata SE 6cc 90 Turbo
Cilindros : 4.1
Data de inscrição : 15/02/2008

Re: Preparação de Carburadores

Mensagem por GSALAMON em Qua 11 Nov - 7:40:46

thallisguimaraes escreveu:Mais uma otima materia, e so uma coisa, os cfms das webers nao ta correto ne?
Estão sim! Na verdade todo mundo fala em CFm's das weber, porém a realidade é que não se chega a um único critério, exatamente porque os difusores delas são substituíveis.

thallisguimaraes
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 17463
Idade : 24
Localização : Goiânia-GO
Modelo do carro : Caravan 1988
Cilindros : 4.1i
Data de inscrição : 16/01/2008

Re: Preparação de Carburadores

Mensagem por thallisguimaraes em Qua 11 Nov - 10:44:30

Marcelo Pitbull escreveu:Verdade, ótima matéria, mas, os CFMs das webers estão subdimencionados, todos!
Outra coisa... IDF é o modelo do carburador vertical, assim como DCOE é horizontal, isso falando em weber.

GSALAMON escreveu: Estão sim! Na verdade todo mundo fala em CFm's das weber, porém a realidade é que não se chega a um único critério, exatamente porque os difusores delas são substituíveis.


OKK OKK OKK


_________________
ANTES UM SONHO, HOJE NEM DURMO

Marcelo Pitbull
Equipe de Moderação
Equipe de Moderação

Masculino Número de Mensagens : 2281
Idade : 44
Localização : Camboriú - SC
Modelo do carro : EX... Diplomata SE 1991/92 Aut.
Ex... SS71
Ex... Especial 73
Cilindros : 18 cil
Data de inscrição : 17/07/2008

Re: Preparação de Carburadores

Mensagem por Marcelo Pitbull em Qua 11 Nov - 15:28:13

GSALAMON escreveu:
thallisguimaraes escreveu:Mais uma otima materia, e so uma coisa, os cfms das webers nao ta correto ne?
Estão sim! Na verdade todo mundo fala em CFm's das weber, porém a realidade é que não se chega a um único critério, exatamente porque os difusores delas são substituíveis.

Só pra ter uma ideia, as solex H40 (corpo simples) tem aproximadamente 220 CFM. Mesmo intercambeando os venturis das webers elas têm bem mais CFM do que o mencionado na matéria.

supercharger_sp
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 14
Localização : Barueri-sp
Modelo do carro : Opala Diplomata 91 / Camaro 74 / F100 61 / Maverick 74
Cilindros : 4400 , 5700 , 5000 , 5000
Data de inscrição : 13/05/2009

Re: Preparação de Carburadores

Mensagem por supercharger_sp em Qua 7 Abr - 11:01:05

Olá Rapaziada , nunca postei nada aqui no forum então se cometer alguma falha por favor me perdoem....
Quanto aos CFM's das Weber não estão subdimensionados , toda literatura que vejo sobre esses carburadores eles estão se referindo ao Fluxo máximo por borboleta então só multiplicar por 2 ( ou caso alguém use Weber tripla de Porsche por 3 ....)
Parabenizo a todos pela excelente qualidade do material que estão disponibilizando , pelo companheirismo (porque f'órum em geral sempre da discussão e é pouco democrático afinal sempre alguém quer defender suas teorias a qualquer custo) , enfim nota 10 pra galera ai .

thallisguimaraes
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 17463
Idade : 24
Localização : Goiânia-GO
Modelo do carro : Caravan 1988
Cilindros : 4.1i
Data de inscrição : 16/01/2008

Re: Preparação de Carburadores

Mensagem por thallisguimaraes em Qua 7 Abr - 12:45:36

supercharger_sp escreveu:Olá Rapaziada , nunca postei nada aqui no forum então se cometer alguma falha por favor me perdoem....
Quanto aos CFM's das Weber não estão subdimensionados , toda literatura que vejo sobre esses carburadores eles estão se referindo ao Fluxo máximo por borboleta então só multiplicar por 2 ( ou caso alguém use Weber tripla de Porsche por 3 ....)
Parabenizo a todos pela excelente qualidade do material que estão disponibilizando , pelo companheirismo (porque f'órum em geral sempre da discussão e é pouco democrático afinal sempre alguém quer defender suas teorias a qualquer custo) , enfim nota 10 pra galera ai .

Fique com vergonha nao irmao, tem de participar mesmo
E o que voce falou parece fazer sentido mesmo


_________________
ANTES UM SONHO, HOJE NEM DURMO

Conteúdo patrocinado

Re: Preparação de Carburadores

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 19:21:55


    Data/hora atual: Sab 10 Dez - 19:21:55