Opaleiros do Paraná

Conecte-se e aproveite as vantagens de ser um Membro Oficial.

Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos

» O pneu 225/65 R17 Cabe no opala ?
Ontem à(s) 23:27:41 por guilherme Mallmann

» Diferencial Dana 30
Ontem à(s) 23:22:05 por Black

» Do Lixo ao Luxo. Projeto 794
Ontem à(s) 22:10:28 por bruno silverstar83

» Pneus de qualidade para Opala aro 14"
Ontem à(s) 20:33:16 por lucasklaus

» Opala Comodoro 1982 - Primeiro Opala
Ontem à(s) 20:23:12 por OpaleiroJlle

» Instalação de um 3E 6cc em um motor 4cc
Ontem à(s) 19:38:32 por Kresly

» Opala Diplomata 1989
Ontem à(s) 16:58:39 por pacato

» Opaleiros de Ribeirão preto e regiaõ
Ontem à(s) 15:22:44 por bettosanches

» Restauração Opala coupé 1972
Ontem à(s) 14:00:35 por Raul F. C. Moreira

Quem está conectado

12 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 12 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum


[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 523 em Qua 15 Dez - 17:01:27

101 Racing Parts - Fechou! - Alternativas

Qua 1 Mar - 7:19:22 por levizito

Amigos... os posts relacionados a renomada loja 101 Racing Parts de importação de peças são antigos, os links do site que encontro no fórum não abrem e os telefones não existem...

Seguem abaixo as alternativas confiáveis:

www.americaparts.com.br
http://www.pro-1.com.br
www.marcelinhospecialparts.com.br

Se os amigos tiverem notícias sobre a 101 ou outras lojas confiáveis de importação postem …

Top dos mais postadores

thallisguimaraes (17470)
 
tabarbosa (16851)
 
BANDIT (13573)
 
Xann (10395)
 
Rubão6cc (10277)
 
j ricardo (9361)
 
Jean Bida (9311)
 
Eduardo SSa (8678)
 
raphaelcaronti (8524)
 
100 (7771)
 

Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Compartilhe
avatar
pacato
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 593
Localização : Minas Gerais
Modelo do carro : Opala SS 1978
Standard 79
Cilindros : 6
Data de inscrição : 04/10/2015

Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Mensagem por pacato em Seg 12 Mar - 17:30:43

Quem nunca iniciou uma restauração e teve problemas com profissionais???? Essa pergunta é meramente retórica, pois sabemos a resposta. Contratamos uma empresa, pagamos parte do combinado, o carro é desmontado, funilaria começa a todo vapor, serviço é interrompido, peças são extraviadas e o dono fica no prejuízo. Antes tínhamos um carro, agora uma carcaça. Fato é que, via de regra, isso vai parar a justiça, geralmente juizado especial civil, para decisão. Alguém levou o profissional/empresa na justiça e pode relatar a experiência a título de orientação? O que foi decidido pelo juiz? Conseguiu a restituição do valor ou parte dele? Alguma dica?
avatar
FabioM
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1567
Localização : Chapecó-SC
Modelo do carro : Comodoro 76
Cilindros : 6
Data de inscrição : 05/07/2010

Re: Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Mensagem por FabioM em Seg 12 Mar - 17:56:38

Velho, isso é mais normal do que parece, já vi vários processos assim.
Juizado é complicado, eu particularmente não gosto. O que era para ser um "negócio descomplicado", acaba demorando mais que o procedimento comum, pelo menos aqui na comarca.
Em via de regra, você tendo em mãos o contrato devidamente assinado e contendo as cláusulas a respeito de restituição/atraso/indenização, é questão de tempo para sair a decisão a seu favor.
A não ser que o contrato possua algum vício que não possa ser executado ou o advogado da parte contrária encontre algo para alegar.
Demora, as vezes meses/anos, para sair a decisão, mas sai.
avatar
Pedro Fagundes
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 836
Localização : Belo Horizonte - MG
Modelo do carro : cupê 72
Cilindros : 6cil 4.4 Apimentado
Data de inscrição : 22/10/2012

Re: Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Mensagem por Pedro Fagundes em Sab 17 Mar - 14:09:07

tive muitos problemas, mas nem levei pra justiça porque o mecânico não poderia pagar o prejuízo. Essa é uma das principais questões: se a pessoa não tem dinheiro ou bens, nem adianta entrar na justiça porque não dá em nada.

Porém, se for entrar, infelizmente creio que não possa ser no juizado porque vai depender de perícia técnica no veículo. Juiz não entende de mecânica, então pedirá que um engenheiro faça um laudo em que ele vai basear a decisão.

Outra coisa importante: você tem que pedir justiça gratuita e inversão do ônus da prova por se tratar de prestação de serviço (relação de consumo). Se o juiz não der essa justiça gratuita e inversão do ônus você pode acabar tendo que pagar ou ao menos adiantar o valor dessa perícia. E ela deve ficar uns 2 mil reais.
avatar
Rubão6cc
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 10277
Localização : Campo Grande - MS/Presidente Prudente - SP
Modelo do carro : Opala Diplomata SE 89/90
Ranger Sport 08/08
Cilindros : 6 cc Álcool
4 cc Gasolina
Data de inscrição : 14/02/2013

Re: Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Mensagem por Rubão6cc em Sab 17 Mar - 15:23:50

É por tantos relatos desse tipo que aprendi a ter medo de funileiro..


_________________
forum image hosting

Porque só fica na sua vida o que te faz bem.

Tópico do Opalão---> http://www.opaleirosdoparana.com/t29461-opala-diplomata-se-89-90-6-cc
avatar
Eacobra
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 14
Localização : Uberlândia
Modelo do carro : Diplomata Coupé 84/85
4100 weber 40 crower 262/272 6x2


Cilindros : 6
Data de inscrição : 26/03/2014

Re: Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Mensagem por Eacobra em Sab 17 Mar - 20:05:05

Meu carro ficou 2 anos pra fazer funilaria e pintura... mais 6 meses de mecânicos.
vc começa a surtar e o pessoal dizendo que é só por pressão no profissional. haha ledo engano.

amigo meu está com com um maverick já vai fazer 2 anos tbm..... parece ser a regra desses profissionais.
avatar
Mirão
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 1618
Idade : 56
Localização : Brasília DF
Modelo do carro : COMODORO SL/E 91 / 92
Cilindros : 4100
Data de inscrição : 01/03/2017

Re: Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Mensagem por Mirão em Sab 17 Mar - 22:15:59

É mais que necessário celebrar um contrato com cláusulas específicas. Essa é a única forma de nos protegermos e nos safar desse tipo de situação. Aqui no DF o Juizado de pequenas causas é ágil e eficaz. Algum prejuízo sempre teremos mas temos por aqui a certeza do ressarcimento. O que na verdade acontece é que pelo fato da descrença popular na justiça,a falta de conhecimento e o comodismo natural do brasileiro faz com que muita gente deixe o prejuízo pra lá e procura uma forma de se acertar com a outra parte. Ainda que saiba que vai perder muita coisa. Esse fato é muito recorrente fazendo com que o contratado se acostume a aplicar esse e outros tipos de golpe nos clientes descaradamente.
avatar
pacato
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 593
Localização : Minas Gerais
Modelo do carro : Opala SS 1978
Standard 79
Cilindros : 6
Data de inscrição : 04/10/2015

Re: Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Mensagem por pacato em Dom 18 Mar - 7:46:51

Pedro Fagundes escreveu:tive muitos problemas, mas nem levei pra justiça porque o mecânico não poderia pagar o prejuízo. Essa é uma das principais questões: se a pessoa não tem dinheiro ou bens, nem adianta entrar na justiça porque não dá em nada.

Porém, se for entrar, infelizmente creio que não possa ser no juizado porque vai depender de perícia técnica no veículo. Juiz não entende de mecânica, então pedirá que um engenheiro faça um laudo em que ele vai basear a decisão.

Outra coisa importante: você tem que pedir justiça gratuita e inversão do ônus da prova por se tratar de prestação de serviço (relação de consumo). Se o juiz não der essa justiça gratuita e inversão do ônus você pode acabar tendo que pagar ou ao menos adiantar o valor dessa perícia. E ela deve ficar uns 2 mil reais.

Isso é foda porque via de regra, por mais que tenham feito algo no carro, seria melhor você ter ele como entrou na oficina do que todo desmontado, faltando peças e serviço pela metade. É como se você contratasse um encanador para trocar o encanamento de sua casa, ele quebrasse toda a parede, abandonado o serviço e quer receber pelos buracos que fez.
avatar
Diplo87
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 929
Idade : 44
Localização : Volta Redonda - RJ
Modelo do carro : Diplomata 87/87 coupe

http://www.opaleirosdoparana.com/t32817-diplomata-87-87-coupe-6-cil
http://www.opaleirosdoparana.com/t41576-opala-do-mes-dezembro-2015


Cilindros : 6 cilindros a álcool na weber 40!
Data de inscrição : 05/10/2010

Re: Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Mensagem por Diplo87 em Dom 18 Mar - 7:54:16

Cara muito ruim isso...
Espero que voce consiga resolver logo e ter seu opala de volta, boa sorte amigo.
avatar
adpachec
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 5928
Idade : 43
Localização : Jacareí SP
Modelo do carro : GM e VW.
Cilindros : 4 + 4
Data de inscrição : 29/04/2012

Re: Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Mensagem por adpachec em Dom 18 Mar - 13:00:00

pacato escreveu:Quem nunca iniciou uma restauração e teve problemas com profissionais???? Essa pergunta é meramente retórica, pois sabemos a resposta. Contratamos uma empresa, pagamos parte do combinado, o carro é desmontado, funilaria começa a todo vapor, serviço é interrompido, peças são extraviadas e o dono fica no prejuízo. Antes tínhamos um carro, agora uma carcaça. Fato é que, via de regra, isso vai parar a justiça, geralmente juizado especial civil, para decisão. Alguém levou o profissional/empresa na justiça e pode relatar a experiência a título de orientação? O que foi decidido pelo juiz? Conseguiu a restituição do valor ou parte dele? Alguma dica?

Olá.

Se o funileiro ou empresa lhe deu prazos e valores a sua defesa se baseia no artigo 35 (1, 2, 3) do código de defesa do consumidor.

Vai uma dica, juiz não lê petição, então não exagere na escrita.

Seja curto e grosso.
Advogados 99% são preguiçosos e possuem dificuldade em entender seu problema.

Eu já paguei para advogada contratar um contador e fui eu quem acabou calculando, paguei R$ 1.000,00 pelo contador e eu já tive que recorrer de ação para reverter dano de processo por incompetência de advogados.
Já processei e ganhei de três advogados incompetentes, por isso, devo ter perdido uns R$ 30.000,00.
Inclusive paguei a advogado e fui cobrado novamente em juízo, foi dado uma Parati bola como pagamento logo na assinatura do contrato, ele quis ser malandro e se deu mal.

Por isto procure levar tudo mastigado.

Digo isto por experiência própria.

Você vai precisar:

Sua documentação e endereço.
Documentação e endereço da empresa.
Se possível o contrato.
Fotos de antes e depois de chegado a oficina.
Notas fiscais das peças compradas.
Serviços que foram combinados.
Serviços feitos.
Peças perdidas ou extraviadas.
Valor combinado.
Valor atualizado (se o funileiro pediu mais dinheiro).
E o tempo gasto e o tempo combinado.
Você neste caso terá que demonstrar que entregou o dinheiro ou as peças no prazo ou será multado por litigância de má fé (mentir).

A petição inicial seria bom apenas uma folha, seguida das fotos, notas e contratos.

Lembrando que juiz não entende seu problema, então no topo da folha de cada documento faça um relato do que ele se trata; ex:

"Abaixo cópia do contrato de prestação de serviços onde na cláusula X informa o prazo de término do trabalho".

Ou numere as folhas e na petição inicial já faça a menção; "na folha 20 dos documentos apresentados consta cópia do contrato onde a cláusula X informa o prazo final do trabalho".

Em algumas cidades o Procon possuí poder de ajuizar ação.

Será ajuizado uma audiência de conciliação onde um conciliador e não o juiz irá presidir a audiência, mas pode ser que vocês sejam encaminhados a um juiz.
Se não realizada a conciliação aí sim os autos sobem ao juiz.
E se você nunca participou de audiência então entenda que você "quase" não vai falar e tudo vai terminar bem rápido.
Eu já fiquei 3 horas esperando no tribunal de Campinas/SP para cinco minutos de audiência.
Em audiência trabalhista você se sentaria a direita do juiz, no civil geralmente é qualquer lado.
O advogado a frente, mais próximo do juiz.

Aqui sua ação sem conciliação levaria NO MÍNIMO um ano.

Boa sorte.

http://vrnews.com.br/colunistas/direito-and-cidadania/noticia/direitos-do-consumidor-na-oficina-mecanica-1
avatar
pacato
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 593
Localização : Minas Gerais
Modelo do carro : Opala SS 1978
Standard 79
Cilindros : 6
Data de inscrição : 04/10/2015

Re: Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Mensagem por pacato em Dom 18 Mar - 13:38:04

adpachec escreveu:
pacato escreveu:Quem nunca iniciou uma restauração e teve problemas com profissionais???? Essa pergunta é meramente retórica, pois sabemos a resposta. Contratamos uma empresa, pagamos parte do combinado, o carro é desmontado, funilaria começa a todo vapor, serviço é interrompido, peças são extraviadas e o dono fica no prejuízo. Antes tínhamos um carro, agora uma carcaça. Fato é que, via de regra, isso vai parar a justiça, geralmente juizado especial civil, para decisão. Alguém levou o profissional/empresa na justiça e pode relatar a experiência a título de orientação? O que foi decidido pelo juiz? Conseguiu a restituição do valor ou parte dele? Alguma dica?

Olá.

Se o funileiro ou empresa lhe deu prazos e valores a sua defesa se baseia no artigo 35 (1, 2, 3) do código de defesa do consumidor.

Vai uma dica, juiz não lê petição, então não exagere na escrita.

Seja curto e grosso.
Advogados 99% são preguiçosos e possuem dificuldade em entender seu problema.

Eu já paguei para advogada contratar um contador e fui eu quem acabou calculando, paguei R$ 1.000,00 pelo contador e eu já tive que recorrer de ação para reverter dano de processo por incompetência de advogados.
Já processei e ganhei de três advogados incompetentes, por isso, devo ter perdido uns R$ 30.000,00.
Inclusive paguei a advogado e fui cobrado novamente em juízo, foi dado uma Parati bola como pagamento logo na assinatura do contrato, ele quis ser malandro e se deu mal.

Por isto procure levar tudo mastigado.

Digo isto por experiência própria.

Você vai precisar:

Sua documentação e endereço.
Documentação e endereço da empresa.
Se possível o contrato.
Fotos de antes e depois de chegado a oficina.
Notas fiscais das peças compradas.
Serviços que foram combinados.
Serviços feitos.
Peças perdidas ou extraviadas.
Valor combinado.
Valor atualizado (se o funileiro pediu mais dinheiro).
E o tempo gasto e o tempo combinado.
Você neste caso terá que demonstrar que entregou o dinheiro ou as peças no prazo ou será multado por litigância de má fé (mentir).

A petição inicial seria bom apenas uma folha, seguida das fotos, notas e contratos.

Lembrando que juiz não entende seu problema, então no topo da folha de cada documento faça um relato do que ele se trata; ex:

"Abaixo cópia do contrato de prestação de serviços onde na cláusula X informa o prazo de término do trabalho".

Ou numere as folhas e na petição inicial já faça a menção; "na folha 20 dos documentos apresentados consta cópia do contrato onde a cláusula X informa o prazo final do trabalho".

Em algumas cidades o Procon possuí poder de ajuizar ação.

Será ajuizado uma audiência de conciliação onde um conciliador e não o juiz irá presidir a audiência, mas pode ser que vocês sejam encaminhados a um juiz.
Se não realizada a conciliação aí sim os autos sobem ao juiz.
E se você nunca participou de audiência então entenda que você "quase" não vai falar e tudo vai terminar bem rápido.
Eu já fiquei 3 horas esperando no tribunal de Campinas/SP para cinco minutos de audiência.
Em audiência trabalhista você se sentaria a direita do juiz, no civil geralmente é qualquer lado.
O advogado a frente, mais próximo do juiz.

Aqui sua ação sem conciliação levaria NO MÍNIMO um ano.

Boa sorte.

http://vrnews.com.br/colunistas/direito-and-cidadania/noticia/direitos-do-consumidor-na-oficina-mecanica-1


Vlw pelas dicas. Bem esclarecedor
avatar
adpachec
Opaleiro
Opaleiro

Masculino Número de Mensagens : 5928
Idade : 43
Localização : Jacareí SP
Modelo do carro : GM e VW.
Cilindros : 4 + 4
Data de inscrição : 29/04/2012

Re: Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Mensagem por adpachec em Dom 18 Mar - 13:42:56

Eu instalei um aplicativo de gravação de chamada no celular, foi assim que consegui uma confissão.
Mas por lei para ser ouvida somente no tribunal com a presença de todos.

Conteúdo patrocinado

Re: Restauração realizada pela metade (Questão judicial)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Sex 25 Maio - 5:22:42